segunda-feira, 29 de junho de 2009

O número 3 e a Seleção Brasileira

A Seleção Brasileira conquistou o título de número 3 da Copa das Confederações. Considero o 3 um número cabalístico para esse time atual. Na primeira fase ganhamos duas partidas com placar marcando 3 gols, contra os EUA, 3 x 0 e contra a Itália 3 x 0, ajudando a classificar os EUA, que seriam nos adversários na final, EUA 3 x 0 Egito. Além de ganharmos por 4 x 3 do Egito na primeira partida. Nas semifinais vencemos os sul-africanos e vencemos por 1 x 0, gol do número 13, Daniel Alves. Aí vem a final contra os EUA, novamente fizemos 3 gols, 3 x 2, suado. E o gol foi de um jogador com a camisa de número..... 3, Lúcio. Pois é, se não bastasse o terceiro título, faz 3 anos que Dunga está à frente da Seleção Canarinho. Agora, só resta agradecer aos 3 da Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo. Que venha a Copa de 2010, sim, 2+0+1+0 = 3.

domingo, 28 de junho de 2009

Copa de 2014 deverá abrir mais de 70 mil empregos em Natal


Embora ainda faltem cinco anos para a Copa do Mundo de 2014, o cenário de oportunidades já se abriu para os natalenses, que sediarão pela primeira vez na história um mundial de futebol. Com as mudanças sociais, econômicas e estruturais que irão ocorrer na cidade, a estimativa é que mais de 70 mil novos empregos sejam gerados nas áreas de hotelaria, bares, restaurantes, guias de turismo e construção civil, sem contar com o setor de comércio e serviços, que ainda não estimou quantos novos postos poderá abrir. A corrida por uma vaga no mercado de trabalho começa agora, mas ainda há um grande gargalo a ser superado: a falta de qualificação profissional, um problema recorrente em todas as áreas da mão de obra potiguar. Leia mais em http://www.dnonline.com.br/ver_noticia/12073/.

sábado, 27 de junho de 2009

Brasil é favorito em site oficial da Fifa

Em pesquisa no site oficial da Fifa (fifa.com), 72,09% dos internautas dizem que o Brasil será campeão da Copa das Confederações contra 27,91% que acham os EUA como vencedor.

Vamos torcer para que, em campo, a vitória aconteça e confirme a pesquisa da Fifa.

Avante, Brasil.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Diário de Natal incinera a língua portuguesa

A Redação do Diário de Natal, na Internet, acabou de incinerar a língua portuguesa. Veja texto no endereço: http://www.dnonline.com.br/ver_noticia/11945/.





quinta-feira, 25 de junho de 2009

Vídeo we are the world

video

Michael Jackson morreu

We are the world

LIONEL RICHIE
There comes a time when we heed a certain call
when the world must come together as one
There are people dying

PAUL SIMON
Oh, and it's time to lend a hand to life

PAUL SIMON & KENNY ROGERS
The greatest gift of all

KENNY ROGERS
We can't go on pretending day by day

JAMES INGRAM
That someone, somewhere will soon make a change

TINA TURNER
We are all a part of God's great big family

BILLY JOEL
And the truth,

TINA TURNER/BILLY JOEL
you know, love is all we need

MICHAEL JACKSON
We are the world, we are the children
We are the ones who'll make a brighter day
So let's start giving

DIANA ROSS
There's a choice we're making
We're saving our own lives

MICHAEL JACKSON & DIANA ROSS
It's true we'll make a better day
Just you and me

DIONNE WARWICK
Oh, Send them your heart
So they'll know that someone cares

DIONNE WARWICK & WILLIE NELSON
And their lives will be stronger and free

WILLIE NELSON
As God has shown us by turning stones to bread

AL JARRREAU
And so we all must lend a helping hand

BRUCE SPRINGSTEEN
We are the world, we are the children

KENNY LOGINS
We are the ones who'll make a brighter day
So let's start giving

STEVE PERRY
Oh, there's a choice we're making
We're saving our own lives

DARYL HALL
It's true we'll make a better day
Just you and me

MICHAEL JACKSON
When you're down and out, there seems no hope at all

HUEY LEWIS
But if you just believe there's no way we can fall

CINDY LAUPER
Well, well, well, well let us realize that a change
can only
come

KIM CARNES
When we

KIM CARNES/CINDY LAUPER/HUEY LEWIS
stand together as one

Chorus:
We are the world, we are the children
We are the ones who make a brighter day
So let's start giving
There's a choice we're making
We're saving our own lives
It's true we'll make a better day
Just you and me
We are the world, we are the children
We are the ones who make a brighter day
So let's start giving

BOB DYLAN
There's a choice we're making
We're saving our own lives
It's true we'll make a better day
Just you and me

Chorus:
We are the world, we are the children
We are the ones who make a brighter day
So let's start giving
There's a choice we're making
We're saving our own lives

BOB DYLAN
It's true we'll make a better day
Just you and me

Chorus:
We are the world, we are the children
We are the ones who make a brighter day
So let's start giving

RAY CHARLES
There's a choice we're making
We're saving our own lives
It's true we'll make a better day
Just you and me

STEVIE WONDER/BRUCE SPRINGSTEEN
We are the world, we are the children
We are the ones who make a brighter day
So let's start giving

STEVIE WONDER
There's a choice we're making
We're saving our own lives
It's true we'll make a better day
Just you and me

STEVIE WONDER/BRUCE SPRINGSTEEN
We are the world, we are the children
We are the ones who make a brighter day
So let's start giving

BRUCE SPRINGSTEEN
There's a choice we're making
We're saving our own lives
It's true we'll make a better day
Just you and me

Chorus:
We are the world, we are the children
We are the ones who make a brighter day
So let's start giving
There's a choice we're making
We're saving our own lives
It's true we'll make a better day
Just you and me

JAMES INGRAM
We are the world, we are the children
We are the ones who make a brighter day
So let's start giving

RAY CHARLES
There's a choice we're making
We're saving our own lives
It's true we'll make a better day
Just you and me

Chorus:
We are the world, we are the children
We are the ones who make a brighter day
So let's start giving
There's a choice we're making
We're saving our own lives
It's true we'll make a better day
Just you and me

(Fonte: site Vagalume)

Bafanas, eu vi e ouvi!

Eu vi a África do Sul, prá lá de septuagésimo lugar no ranking da Fifa, jogar de igual para igual com a Seleção Brasileira, cinco vezes campeã mundial.

Ouvi Falcão dizer que não sabia porque o lateral Daniel Alves tinha entrado no jogo, na lateral esquerda. Ele saberia poucos minutos depois.

Ouvi o repórter de campo da TV Bandeirantes dizer que o "bafana, bafana" significa avante quando, na verdade é: "meninos, meninos".

Abusei de ouvir os torcedores "bafanas, bafanas" gritarem Boooooooooth, toda vez que o perna de pau gigante tocava na bola.

Ouvi as vuvuzelas (que nome, parece vulvazelas!) tocarem até à exaustão. Ninguém merece.

Ouvi o repórter da TV Globo dizer que Daniel Alves homenageava Daniel Júnior, quando vi que a tatuagem homenageava Daniel Filho.

Ouvi Galvão Bueno elogiando o sexagenário Joel Natalino Santana, mesmo após ele atropelar a língua inglesa ao falar: Brasil again South Africa. South Africa again, no!

Ouvi outra pérola do grande crítico de música brasileira Galvão Bueno quando, ao ver alguns torcedores gaúchos com instrumentos de percussão, soltou a frase: "Esse é o samba gaúcho".

Vi Daniel Alves, de perna direita, tirar o Brasil do sufoco.

Até domingo.

O Rio de Janeiro continua devendo

O futebol carioca não só já dominou o país como sempre se distinguiu por ser bom de se ver. O que há?

COMO BAIRRISMO não é a praia da coluna, esta será dedicada hoje a lamentar.

A lamentar a terrível queda do futebol carioca.

Veja que na semana passada tivemos quatro jogos especiais para o futebol brasileiro: Nacional x Palmeiras, Corinthians x Internacional, São Paulo x Cruzeiro e Grêmio x Caracas.

Em nenhum deles, nem pela Libertadores nem mesmo pela Copa do Brasil, tinha um representante que fosse do futebol do Rio.

Verdade que, no ano passado, o Fluminense chegou à finalíssima da Taça Libertadores, embora a tenha perdido, em casa, e para a LDU, que nunca tinha sido campeã.

É inegável que tanto há uma crise grave no futebol carioca que desde 2000, quando o Vasco foi campeão brasileiro, nunca mais houve o que se comemorar por lá além dos títulos estaduais -- e duas Copas do Brasil, em 2006/07 da dupla Fla-Flu*.

E aí talvez esteja uma das razões do fracasso nacional e internacional do quarteto de grandes da antiga Guanabara: comemoram demais os títulos estaduais, como se fossem façanhas que na verdade não são, tanto que os principais colunistas do Rio chamam seu Estadual de "me engana que eu gosto".

Dia desses mesmo o companheiro Fernando Calazans, no "Globo", discutia as razões da fragilidade do futebol carioca neste século.

Porque é bom que os mais moços saibam que não foram poucas as épocas em que os cariocas dominavam tecnicamente o nosso futebol.

Não só com sua seleção estadual, nos tempos do Campeonato Brasileiro de seleções, como com seus clubes.

O Flamengo, por exemplo, foi o time dos anos 80 e o Botafogo de Mané só não foi nos 60 porque teve o azar, e o mundo inteiro a sorte, de esbarrar no Santos de Pelé.

Mas, além da hegemonia e independentemente dela, havia um jeito, um estilo, uma escola carioca de jogar bola.

E não era de chinelinho, não. Eram arte e leveza puras.

Se o futebol mineiro surgiu nacionalmente nos anos 60 com o Cruzeiro de Tostão, firmou-se nos 70, até pelo primeiro título do Campeonato Brasileiro conquistado pelo Galo, e se o gaúcho tomou conta nos 70 com o tricampeonato do Inter e se firmou nos 80 com o Grêmio campeão mundial, o futebol do Rio só vem definhando.

O que é rigorosamente uma pena.

E uma pena para os paulistas que gostam de bom futebol e que precisam da rivalidade saudável do eixo Rio-São Paulo.

Sim, porque por aqui também se comemoram os títulos estaduais, mas ninguém se deixa iludir.

Como se treina em dois períodos, como se tem bons campos de treinamentos, centros de recuperação do melhor nível etc. e tal.

O Rio parece que parou no tempo.

E esta coluna faz questão de dizer que, entre as inúmeras teorias que defende, está a de que o Brasil só será o país que sonhamos quando o Rio de Janeiro se reencontrar com o que parecia que seria nos anos 50/ 60.

Razão pela qual, apesar de paulistano, o colunista defende que final da Copa do Mundo tem mesmo que ser no Maracanã e que, se um dia houver condições de se fazer uma Olimpíada no Brasil, a cidade certa é a Maravilhosa.

Mas o futebol do Rio tem de acordar. E já!

Acorda, Rio!

(*Acréscimo feito à coluna do jornal).

(Texto escrito escrito pelo Colunista Juca Kfouri, no seu blog http://blogdojuca.blog.uol.com.br/).

Aniversariantes de 25 de junho

João Carlos Martins
Bussunda
Barbara Thiré
George Michael
Fernanda Lima
Carly Simon
Cyril Aubin : June 25, 1969
Lucy Benjamin : June 25, 1970
Stephanie Cameron : June 25, 1969
Karishma Kapoor : June 25, 1974
George Michael : June 25, 1963
Emma Suarez : June 25, 1964
Scott Terra - 1987
George Michael - 1963
Jimmie Walker - 1949
Phyllis George - 1949
Carly Simon - 1945
Junho Lockhart - 1925
Sidney Lumet - 1924
George Orwell - 1903



Esta imagem esconde um problema

A foto abaixo é de Baia Formosa - RN. A mesma esconde um grande problema: a poluição pelo lançamento, direto no mar, de dejetos que sobraram do tratamento de camarões, um verdadeiro crime ambiental. Cadê o IDEMA que não vê isso.

O Rio Potengi pede socorro

O nosso querido Rio Potengi pede socorro. Veja, abaixo, algumas imagens obtidas durante passeio do barco Chama Maré.

Foto do dique flutuante, doado pelo Governo dos EUA, logo após o fim da
Segunda Guerra Mundial.



Imagens do mangue do Rio Potengi, berçário de plantas, peixes e crustáceos.

Ponte Newton Navarro.


CLÓVIS ROSSI

Fora Sarney é pouco

FRANKFURT - Atos secretos, funcionários secretos, secretamente contratados e demitidos e, agora, uma conta secreta, como se houvesse um Senado do "b" funcionando ali no Planalto Central. Assinante do UOL ou da Folha de São Paulo, leia mais em: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/fz2506200903.htm.


Quarenta passagens são pagas com recursos públicos

DivulgaçãoShopping Colombo recebeu um estande sobre o “destino Natal”
25/06/2009 - Tribuna do Norte


O projeto da Semana de “Natal em Lisboa” contará com uma comitiva de 40 pessoas, que partiram da capital potiguar com bilhetes aéreos pagos por recursos públicos. O custo médio da passagem aérea pela empresa TAP para fazer o trecho Natal-Lisboa-Natal é de 1.200 dólares. Das 40 pessoas, 38 embarcaram com custos pagos pelo convênio da Prefeitura com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH). As outras duas foram custeadas pela Câmara Municipal de Natal, no caso os vereadores Dickson Nasser (PSB), atual presidente, e Edivan Martins (PV), o presidente eleito que assumirá em 2011.

Leia mais em: http://tribunadonorte.com.br/noticias/113680.html.


Comentário: a Prefeitura de Natla vai gastar 300 mil Reais. Pergunto: Como fica a saúde? Como fica a educação? Esse dinheiro vai fazer falta. Operação Colombo: Quem vai colocar o ovo em pé?

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Project Natal


Depois de ser escolhida uma das 12 sedes para a Copa 2014, mais um ponto para a nossa querida Natal.

Texto da FSP, caderno de informática, hoje.

NORDESTE:
NOMES-CÓDIGOS DE PROJETOS DA MICROSOFT SÃO INSPIRADOS NO BRASIL
"O Nordeste brasileiro anda em alta para os nomes-códigos de projetos da Microsoft", diz Osvaldo Barbosa de Oliveira, representante da empresa no país. A inspiração brasileira já batizou pelo menos dois produtos. O Project Natal é uma homenagem à capital do Rio Grande do Norte. O antivírus Microsoft Security Essentials era conhecido como Morro, uma homenagem a Morro de São Paulo, no litoral da Bahia. O nome foi mudado no último minuto.

Em tempo: O Project Natal é dos maiores trunfos da Microsoft para o Xbox 360, que traz um dispositivo capaz de detectar movimento do corpo todo (inclusive de mais de uma pessoa ao mesmo tempo), reconhecer expressões faciais e identificar rostos, e captar comando de voz.

domingo, 21 de junho de 2009

E deu Mecão

Ontem, no Machadão, naquele que pode ter sido o último clássico do Gigante da Lagoa Nova, o Mecão venceu por 1 x 0, gol de Sandro Hiroshi. Veja ficha técnica abaixo (Fonte: site americadenatal.com.br):

AMÉRICA F.C. 1 X 0 Abc

Local: Estádio do Machadão, em Natal-RN
Data: 20/06/2009
Horário: 21h
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden
Competição: Campeonato Brasileiro Série B
Rodada: 7ª Rodada
Público Pagante: 14.685
Não Pagante: 2.214
Renda: R$ 213.100,00

Dados do América:
Amarelos: Alexandre Messiano (25’/2T) e Edson Rocha (32’/2T)
Vermelho: Luciano Amaral (28’/1T)
Gol: Sandro Hiroshi (5’/2T)

Dados do Abc:
Amarelos:
Vermelho: Ivan (19’/1T)
Gol:

América-RN ( 1 )
Rodolpho; Thoni, Edson Rocha, Marcelo Ramos (Plínio) e Luciano Amaral; Jackson, Ricardo Oliveira, Everton e Guarú (Helinho); Sandro Hiroshi e Lúcio.
Técnico: Guilherme Macuglia.

Abc ( 0 )
Paulo Musse, Gaúcho (Rafael), Fabiano Silva e Leonardo; Chiquinho, Fausto, Erandir (Gabriel), Rodriguinho (Ricardinho) e Marco Aurélio; João Paulo e Ivan.
Técnico: Artuzinho.

sábado, 20 de junho de 2009

Soletrando na Seleção

Fiquei abismado com a arrogante declaração do jogador Felipe Melo, da Fiorentina e Seleção Brasileira, ao declarar que nunca viu o gol de Carlos Alberto contra a Itália, em TV, Internet, etc. Até aí tudo bem, ele não tinha nascido, mas o desinteresse das gerações atuais pelas seleções que antecederam é muito grande.

Agora à tarde, no Programa do Luciano Huck, os jogadores brincavam com o apresentador do programa Soletrando. Felipe Melo foi solicitado a soletrar CONCENTRAÇÃO, soletrando COCENTRAÇÃO. Como poder exigir do Felipe Melo que ele tenha visto o gol de Carlos Alberto nos 4 x 1 contra a Itália, em 1970, se ele não sabe soletrar CONCENTRAÇÃO.

Em tempo: clique no link http://www.youtube.com/watch?v=_Vysv2hJqco, para assistir este gol histórico.

Hoje é dia de clássico

Hoje é dia de clássico-rei. América e Abc se enfrentam, no Machadão, naquele que pode ser o último jogo destas equipes naquela praça esportiva. E eu sonhei. Sonhei que vingávamos os 5 x 1 de anos atrás, com uma sonora goleada. Goleada maiúscula. 5 x 1. É isso aí. Vamos esperar para ver. Que venha a Arena das Dunas.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Táxis na Copa do Mundo

Deu no UOL:

"O presidente da Fifa seguramente não é o único a ter notado problemas no transporte sul-africano. Cidades como Bloemfontein e Pretoria, por exemplo, têm um sistema público falho. Os táxis também representam uma dificuldade na Copa das Confederações: encontrar unidades nas ruas muitas vezes é um desafio".

Comentário: conseguir um Táxi em Natal após grandes eventos como o Carnatal é um suplício. Imagine a Copa do Mundo. Em Natal existe um cartel dos taxistas, ou donos de placas de táxi. Será que a Prefeitura vai rever isso. Vamos esperar.

domingo, 14 de junho de 2009

Em breve texto sobre Marinho Chagas

Em breve, neste blog, texto sobre o grande Marinho Chagas.

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Marinho Chagas e o seu drama particular

É de entristecer a situação atual de nosso craque conterrâneo Marinho Chagas, conforme exibida hoje no "Esporte Espetacular" da Rede Globo. Um ícone do futebol mundial, Marinho teve de ser levado a um hospital psiquiátrico por conta de uma forte crise de abstinência do álcool, ao mesmo tempo em que enfrenta outras sequelas por conta do vício. Leia mais em http://www.oteoremadafeira.blogspot.com/.

domingo, 7 de junho de 2009

Tio Gabriel

Texto da mensagem lida por Ana Beatriz, por ocasião da Missa de Sétimo Dia, realizada em João Pessoa – PB.


 

"Com que palavras posso descrever a pessoa maravilhosa que foi o meu Tio Gabriel, que veio à terra só para nos dar alegria. Um homem, bom, justo, correto, que colocava os outros em primeiro lugar. Um homem que foi um anjo, que com palavras não posso descrever o tamanho da sua generosidade. Me incentivou a gostar de ler, me presenteando com o livro que marcou a vida dele: "O Cachorrinho Samba". Nunca o esqueceremos, os anjos permanecem entre nós.


 

Tio Gabriel, nós te amamos.


 

Sua sobrinha,


 

Ana Beatriz

 
Curso de pilates